Ajuda

Por que um facilitador?

Olá galera,

Vou começar uma série de 3 posts abordando sobre o tema facilitação, a ideia é utilizar o modelo Golden Cicle de Simon Sinek com um toque de minha vivência e o que acredito, resumindo é entender o por que precisamos de um facilitador, que será o conteúdo deste post, e para os demais o como podemos ser um facilitador e o que conseguimos de resultado depois de ganhar tais experiências trabalhando com esse papel tão agradável, principalmente para quem gosta de troca de ideias e acima de tudo alavancar as possibilidades de aprendizado de pessoas, grupos, comunidades e etc.

Por que um facilitador?

As pessoas que gostam de trabalhar são mais produtivas e mais criativas. Elas voltam para casa mais felizes e têm famílias mais felizes. Tratam melhor os colegas, os clientes e os consumidores. Colaboradores inspirados ajudam as empresas e a economia a ficarem mais fortes[1].

Começo este post com essa citação do livro Por quê? de Simon Sinek que me causou uma reflexão sobre o propósito de saírmos de nossa casa para o trabalho e o que nos motiva a procurar o novo e crescer, penso que nos labirintos dos nossos projetos muitas das vezes esquecemos do por quê estamos ali, e ligamos o modo automático o que de certa maneira desliga o modo criativo, a felicidade em buscar ou descobrir algo novo, ou seja, o status quo é uma luta constante e sozinho isso é praticamente impossível de se conseguir, para tanto necessitamos de ajuda e talvez ai você se depare com a necessidade de um facilitador.

Quem nunca esteve em algum momento, reunião, whatever e se perguntou por quê estou aqui? Ou conversou com seu íntimo e disse preferia estar trabalhando agora que perdendo meu tempo aqui! É, muitas vezes podemos simplificar e otimizar muito as atividades do nosso dia a dia, entretanto temos uma habilidade nata de perder o foco, principalmente devido a fatores externos como:

1. Celular

distração

Redes Sociais, Aplicativos de Mensagem, Jogos e etc.

2. Ambiente

Ambiente Barulhento

Locais com muito barulho provocam dispersão na nossa atenção

3. Saúde

Saúde

Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA) ou Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) por exemplo são mal comuns na sociedade nos dias atuais.

4. Problemas pessoais

Problemas Pessoais

Financeiro, Estresse, Cansaço entre outros

5. Disfunções

Individualismo

Interrupções, Individualismo, Intolerância

Complicado né?

Até aí tudo bem problemas como os citados acima acontecerem, afinal nem todo mundo vive em mindfulness e até acredito seria um tédio muito grande viver em um mundo que todos fossem tão certos em suas atitudes e comportamentos,  logo acredito que um pouco de caos, desvios e rebeldia fazem com que o aprendizado seja exercitado e novos caminhos sejam revelados e por consequência o mundo seja melhorado em todas as suas esferas. Porém senão tivermos o cuidado em observar tais comportamentos e guiá-los para um foco de eficácia o resultado pode não ser construtivo, e se for a grande causa talvez seja o acaso, entretanto para ter menos acasos podemos chamar nosso amigo facilitador.

Estudos dizem que temos problemas em falar de nós mesmos principalmente na primeira pessoa induzindo a um pensamento mais emocional, e quando mudamos isso para uma visão de fora como terceira pessoa partimos para uma visão mais racional, na psicologia isso é chamado de distância psicológica[3], mas você que está lendo deve estar perguntando-se, o que isso tem haver com um facilitador? No meu entendimento tudo, se pensarmos de forma análoga tudo que um facilitador faz é estar observando as coisas em uma perspectiva de fora como terceira pessoa, racionalizando problemas e oferecendo insigths ao grupo que facilita.

Segundo Roger Shwarz muito conhecido no tema facilitação e autor do livro The Skilled Facilitator

“O facilitador é uma pessoa que (1) não é membro do grupo, (2) é neutro em relação ao conteúdo, (3) não tem autoridade sobre as decisões a serem tomadas, (4) é aceito por todos os membros do grupo nesse papel, (5) diagnostica e intervém no grupo para (6) ajudar a melhorar o processo e os meios pelos quais se identificam e resolvem problemas, e tomam decisões, sempre com o objetivo de melhorar a eficácia do grupo[4].”

Então depois de observar todas essas definições de facilitador o que concluo é que precisamos em muitos momentos de nossa vida de um, e parando pra pensar em quase todas as etapas da vida possuímos um, como professor, amigo, irmão, pai, mãe, todos esses de alguma forma já facilitaram nossas tomadas de decisões e nos guiaram a eficácia, por fim eu diria apenas, permita-se a colaboração de um facilitador, ele sempre irá buscar a melhor forma de você e seu grupo ser, além de despertar o melhor que possa existir, para então como citei no início do post você ser mais feliz, mais criativo e ter mais inspiração.

Referências

[1] AGENCIA LITERARIA RIFF LTDA,SIMON SINEK. POR QUÊ? – COMO GRANDES INVESTIDORES INSPIRAM AÇÃO . Edição do Kindle.

[2] https://joaomfjorge.wordpress.com/2015/03/08/5-disfuncoes-notrabalho-em-equipa/

[3] https://www.revistapazes.com/distancia-psicologica-chave-para-sabedoria-e-equilibrio/

[4] SHWARZ, Roger. The Skilled Facilitator: A comprehensive resource for consultants, facilitadors, coachs and trainers. 3. ed. New Jersey: John Wiley & Sons Inc., 2017.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.